10 de jan de 2012




Do alto, Terra alguma é infecta e impura
e chão desenhado com agudo lápis
como se fosse estufa,  não se realiza;
Também não é mais caliente do que os olhos
que já distinguiram um dia
à flor da tara
 desdenhada fronteira nenhuma;
O sagrado, em que um via rio
um via à mar
poeira e norte,
é ponto todo nas retinas dos cegos
como os soltos pregos
a criação e o bode.
Planetapenas.

Arquivo do blog