3 de set de 2012

Céu


Céu.

Apreciei o céu em São Paulo,
e enxerguei os arranha-céus em mim,
a meu olhar,
na melhor frase que um ônibus percorre
e eu já me fixo, na janela... e vejo
eu quero os céus daqui:
Vou vendo mais céus à medida que ando,
o céu parabólico dos modernos,
o céu paranoico, condomínios farpados
e o céu helicóptero, rápido e rico:
você mal vê quem está por cima;
e o céu farol de cada esquina, Vermelha Doutor Arnaldo...
...Céu Casagrande das mansões
ou médio, meio sério, dos sobrados da Lapa.
Céu de avenida cinza,
que diz que chove em mim e só garoa
de São Jorge deitado sem lua....
Às dezenove, quando se volta da lida
céu de árvore e mato é mentira! (Ainda estamos na Paulista)
mas desejo...
céuzinho brilhante
da loja de carros
céu, de centro a perifa, debruça e conecta
de fios
os meios-fios dos pássaros;
mas em São Paulo os chamamos  'guia';
procuro no céu a palavra,
uma estrella ninha...
e não acho.
A constelação de anúncios vai persistindo como a noite cai.
Letreiros novos , mas leio mal em português, farto de opiniões:
só o meu olho fala a mim mesmo
tamanho céu que me falta –
(e vai chegando perto de casa...
...céu particulo
particular,
céu imenso, céu de Chácara;
das embuias, do M' Boi, das aldeias
céu das casas),
que mesmo com tanto
Torres de força e fogos na Quarta
carece tu,
carece mágica.


"e ganhar a vida com cara para cima é a saída”. (William Ross)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog