22 de fev de 2012

Lixhomen













Homem, o lixo!
lhe chamou o homem
caçando lixas as unhas lhes esfregam
pescados cardumes ao lixomen entregam.
Foi mulher também;
lixomen perdeu a idade e os dentes.
Tudo vem do preto
vendo afresco-
dos sacos vultos dos becos
é o lixo e o homem sujeitos à luva
dos coletores legais;
Eu olho pro lixo
mais de uma vez pra me ver homem
entulhar meu nariz e sorrir,
por entre do ente de mais ser
o nada mais polpudo.
Enxame à fome.




fotos by Henry-Cartier-Bresson:
http://alafoto.com/listing/thumbnails.php?album=41

Arquivo do blog